Por que os gestores não se debruçam sobre as PPP's nos municípios?
21/04/2021
Gestão Pública.

Por que os gestores não se debruçam sobre as PPP’s nos municípios?

Nos últimos anos, o tema das privatizações foi pauta de grandes debates na esfera federal, com a intenção de diminuir a máquina pública e obter indicadores qualitativos (eficiência e eficácia) face aos serviços do parceiro privado. Apesar do tema ser amplamente noticiado, os gestores locais pouco têm se debruçado para elaborar PPP’s nos municípios. São poucas as cidades que se estruturaram para criação de mecanismos do retorno em eficiência e qualidade dos serviços (“Value for Money”), ou seja, não criaram metodologias para mensurar o sucesso de PPP’s através dos níveis de desempenho.

É claro que os serviços são menores para as PPP’s nos municípios, porém, mesmo sendo poucos a busca pelos benefícios de uma parceria nos aspectos socioeconômicos, inovação e manutenção dos serviços fazem com que esses sejam notados de forma diferenciada pelo cliente prioritário: a população.


Como entender as necessidades das PPP’s nos municípios?


Como exemplo prático, temos os cases de sucesso dos serviços de iluminação pública (municípios como Belo Horizonte – MG, Porto Alegre – RS, Petrolina – PE, Teresina – PI) que efetuaram a modelagem e tiveram êxito na contratação do parceiro privado.

Necessário observar que cada município tem sua peculiaridade e saberá conduzir os serviços a serem objeto de uma parceria, talvez a necessidade seja para uma PPP do Lixo com indicadores para geração de emprego através das cooperativas, talvez seja para unidades municipais de educação ou para hospital municipal.

Leia também: Quais podem ser os impactos das PPP’s e concessões em estados e municípios?


Como a realidade municipal explica essa falta de estruturação das PPP’s?


Deste modo, o leitor deve estar perguntando o motivo pelo qual os Prefeitos não debruçam sobre a matéria se é tão relevante para a população.
Neste sentido podemos elencar alguns destes motivos sob a exegese da realidade dos municípios brasileiros:


Quais podem ser os benefícios das PPP’s nos municípios?

Diante dos três motivos (os principais) podemos concluir a necessidade do gestor em buscar desafios na agenda de governo, como forma a capacitar seu funcionalismo trazendo para máquina pública uma visão diferenciada nas parcerias (a partir do momento em que a atividade “meio” é qualificada as pastas finalísticas empregam melhor serviço ao seu povo).

Outro ponto já mencionado no início do artigo diz respeito as maiores perspectivas de crescimentos econômico (investidores), refletindo em bem-estar para sua população, sustentabilidade socioambiental ao longo do tempo. O olhar para as questões de sustentação financeira é o que trará frutos positivos na gestão e será o desafio primordial para os municípios tamanho o desafio do gestor nos últimos anos.

Ademais, deve o Prefeito na busca de melhores práticas, nesse caso estruturando PPPs ter o foco sempre no cidadão e ênfase em resultados, assegurando com isso sua credibilidade junto a legisladores, mantenedores, contribuintes e à sociedade em geral.

Podcast Coisa Pública: Como funcionam as PPP’s no saneamento básico?

Compartilhe esse artigo


Flávio Emílio Rabetti é Diretor de Convênios e Contratos na Prefeitura Municipal de Campinas. Professor na Escola de Governo do Servidor. Master em liderança e gestão pública com módulo em Oxford – Blavatnik School of Government- Inglaterra pelo Centro de Liderança Pública. Pós-Graduado em Direito Público com ênfase em Direito Constitucional e Administrativo pela PUC Campinas. Advogado. Consultor na gestão de captação de recursos e gestão de convênios.

Notícias Relacionadas

como-o-poder-publico-age-pelas-mulheres-encarcerada-no-brasil

Como o poder público age pelas mulheres encarcerada no Brasil?

por Aline Miranda

Estariam as prisões obsoletas? A frase que inaugura esse artigo é título de um livro da intelectual e ativista Angela Davis que traz um questionamento importante sobre a condição dos…

Ler mais
politicas-publicas-para-a-inclusao-de-pessoas-com-deficiencia

Políticas públicas para a inclusão de pessoas com deficiência

por Camila Cruz

Neste artigo, indicaremos iniciativas existentes nos governos que apoiam ou criam condições para a inclusão de pessoas com deficiência (PCD), como forma de destacar boas práticas, que podem e devem…

Ler mais
aplicacao-de-metodologias-ageis-na-gestao-publica-o-metodo-kanban

Aplicação de metodologias ágeis na Gestão Pública: o método Kanban

por Nathalia Leone Marco

A gestão de projetos merece uma atenção especial quando voltada à gestão pública, em virtude da complexidade de sua aplicação e do impacto que gera na vida da população. Traremos,…

Ler mais
como-o-poder-publico-age-pelas-mulheres-encarcerada-no-brasil

Como o poder público age pelas mulheres encarcerada no Brasil?

por Aline Miranda

Estariam as prisões obsoletas? A frase que inaugura esse artigo é título de um livro da intelectual e ativista Angela Davis que traz um questionamento importante sobre a condição dos…

Ler mais
politicas-publicas-para-a-inclusao-de-pessoas-com-deficiencia

Políticas públicas para a inclusão de pessoas com deficiência

por Camila Cruz

Neste artigo, indicaremos iniciativas existentes nos governos que apoiam ou criam condições para a inclusão de pessoas com deficiência (PCD), como forma de destacar boas práticas, que podem e devem…

Ler mais
aplicacao-de-metodologias-ageis-na-gestao-publica-o-metodo-kanban

Aplicação de metodologias ágeis na Gestão Pública: o método Kanban

por Nathalia Leone Marco

A gestão de projetos merece uma atenção especial quando voltada à gestão pública, em virtude da complexidade de sua aplicação e do impacto que gera na vida da população. Traremos,…

Ler mais

Junte-se ao CLP

Escreva seu email e receba nossa newsletter


    Siga o CLP

    Siga nossas redes sociais e fique informado