CLP lança o primeiro Ranking ESG dos Municípios
23/11/2021
Notícias.

CLP lança o primeiro Ranking ESG dos Municípios

Instituição realizou levantamento inédito a partir de critérios que vêm sendo utilizados para orientar investimentos em todo o mundo.

O CLP lança no próximo dia 22 de novembro em parceria com a Gove e a Seall o primeiro estudo sobre o desempenho dos municípios brasileiros nos critérios ESG e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. A iniciativa avalia 411 municípios a partir da adequação dos 65 indicadores do Ranking de Competitividade dos Municípios aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU bem como aos critérios ESG (sigla em inglês para Ambiental, Social e Governança).

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR OS RELATÓRIOS TÉCNICOS ESG E ODS DO RANKING

Para o diretor do CLP, Tadeu Barros, estes novos parâmetros servem como mais uma ferramenta para os gestores públicos vencerem os desafios de gestão. “Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são globais, mas a realização de cada um deles depende da nossa capacidade de torná-los realidade no país, na região, no estado ou até mesmo no município em que vivemos”, afirma.

Nestes levantamentos inéditos o melhor desempenho, tanto em ESG quanto em ODS, ficou com o município de São Caetano do Sul, do interior de São Paulo, e que ficou em segundo lugar no Ranking de Competitividade dos Municípios deste ano. Já Barueri, o mais competitivo do país pelo segundo ano consecutivo, ficou em terceiro lugar nos rankings ESG e ODS. 

Entre os 15 municípios mais bem colocados nos rankings ESG e ODS nota-se que todos estão localizados nas regiões Sul/Sudeste. Já entre as capitais, São Paulo foi a mais bem colocada no Ranking ODS (2º lugar) e Curitiba ficou como a mais bem colocada no ranking ESG (4º lugar). Em ambos os rankings os municípios paulistas ocuparam quatro das cinco melhores posições.

Analisando-se a nota dos municípios tanto nas ODSs quanto nos critérios ESG, ambas definidas a partir das notas dos indicadores do Ranking de Competitividade padrão, verifica-se a existência de desafios, por exemplo, na ODS 8 – Trabalho Decente e Crescimento Econômico e na ODS 10 – Redução das Desigualdades. Em ambos os objetivos, mais de 85% dos municípios avaliados tiveram fraco desempenho, com notas abaixo de 50 em uma avaliação que vai de zero a cem.

Ao todo, foram avaliados os municípios brasileiros com população superior a 80.000 habitantes pela estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2019. Neste cenário, 411 cidades compõem os levantamentos, correspondendo a 59,75% da população brasileira (126,52 milhões de habitantes). 

ACESSE O SITE DO RANKING DE COMPETITIVIDADE DOS MUNICÍPIOS

Confira o desempenho do Ranking de Competitividade por região:

Região Nordeste

Campina Grande-PB se destaca com a melhor performance da região Nordeste

tanto na camada ODS como na ESG, na 115ª e 99ª colocações, respectivamente. Na camada ESG aparecem na sequência Sobral-CE (123º), João Pessoa-PB (125º), Caruaru-PE (164º), Vitória da Conquista-BA (172º) e Recife-PE (173º). Já as últimas colocações ficaram com Chapadinha-MA(402º), Barra do Corda-MA(404º) e Pinheiro-MA(408º).

Em relação à camada ODS, ocupam as primeiras colocações os seguintes municípios: Campina Grande-PB (115º), Recife-PE (123º), Sobral-CE (125º), João Pessoa-PB (129º) e Fortaleza-CE (160º). Os últimos colocados foram Chapadinha-MA(406º), Barra do Corda-MA(407º) e Pinheiro-MA(408º).

Região Norte

Palmas-TO se destaca com a melhor performance da região Norte tanto no Ranking ODS como no ESG, na 86ª e 94ª colocações, respectivamente. Na camada ESG, aparecem na sequência Boa Vista-RR (207º), Manaus-AM (234º), Ji-Paraná-RO (260º), Gurupi-TO (264º) e Vilhena-RO (277º). Já as últimas colocações ficaram com Moju-PA (411º), Tucuruí-PA (410º) e Cametá-PA (409º). 

Em relação à camada ODS, ocupam as primeiras colocações os seguintes municípios: Palmas-TO (86º), Boa Vista-RR (161º), Manaus-AM (176º), Macapá-AP (223º) e Ji-Paraná-RO (227º). Os últimos colocados foram Tucuruí-PA (411º), Moju-PA (410º) e Cametá-PA (409º). 

Região Centro-Oeste

Três Lagoas – MS se destaca com a melhor performance da região Centro-Oeste tanto no Ranking ODS como no ESG, na 62ª e 76ª colocações, respectivamente. Na camada ESG, aparecem na sequência Goiânia-GO (87º), Rondonópolis-MT (135º), Campo Grande-MS (137º), Rio Verde-GO (146º) e Jataí-GO (159º). Já as últimas colocações ficaram com Luziânia-GO (349º), Novo Gama-GO (342º) e Cáceres-MT (340º). 

Em relação à camada ODS, ocupam as primeiras colocações os seguintes municípios: Três Lagoas-MS (62º), Rondonópolis-MT (87º), Goiânia-GO (90º), Rio Verde-GO (127º) e Campo Grande-MS (137º). Os últimos colocados foram Caldas Novas-GO (367º) , Novo Gama-GO (364º) e Luziânia-GO (350º).

Região Sul

Curitiba-PR se destaca com a melhor performance da região Sul na camada ESG, ocupando a 4ª colocação. Em seguida, aparecem Balneário Camboriú-SC (7º), Jaraguá do Sul-SC (10º), Maringá-PR (12º), Cascavel-PR (18º) e Blumenau-SC (21º). Já as últimas colocações ficaram com Sarandi-PR (372º), Uruguaiana-RS (337º) e Viamão-RS (321º). 

Em relação à camada ODS, ocupam as primeiras colocações os seguintes municípios: Jaraguá do Sul-SC (5º), Balneário Camboriú-SC (6º), Curitiba-PR (10º), Porto Alegre-RS (14º) e Maringá-PR (20º). Os últimos colocados foram Uruguaiana-RS (371º), Guaíba-RS (316º) e Sarandi-PR (305º).

Região Sudeste

São Caetano do Sul-SP se destaca com a melhor performance da região Sudeste tanto na camada ODS como na ESG, na liderança geral em ambas. Na camada ODS, aparecem na sequência São Paulo-SP (2º), Barueri-SP (3º), Santos-SP (4º), Vinhedo-SP (7º) e Jundiaí (8º). Já as últimas colocações ficaram com Itaboraí-RJ (397º), Japeri-RJ (392º) e Magé-RJ (382º).

Em relação à camada ESG, ocupam as primeiras colocações os seguintes municípios: São Caetano do Sul-SP (1º), Santos-SP (2º), Barueri-SP (3º), Vinhedo-SP (5º), Jundiaí-SP (6º) e São Paulo-SP (8º). Os últimos colocados foram Japeri-RJ (398º), Belford Roxo-RJ (391º) e Itaboraí-RJ (389º).

Compartilhe esse artigo


Daniel Keny é jornalista, com experiência em redação, comunicação institucional, PR e marketing digital. Pós-graduado em Mídia, Política e Sociedade pela FESPSP (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo). Atua  na área de comunicação e marketing do CLP.

Notícias Relacionadas

clp-promove-o-4o-encontro-nacional-de-lideranca-e-gestao-publica

CLP promove o 4º Encontro Nacional de Liderança e Gestão Pública

por Daniel Keny

O CLP (Centro de Liderança Pública) promove no sábado, 27/11, o 4º Encontro Nacional de Liderança e Gestão Pública, em formato híbrido, das 9h às 15h30, no Espaço Vila Santina,…

Ler mais
clp-divulga-resultados-do-ranking-de-competitividade-dos-municipios-2021

CLP divulga resultados do Ranking de Competitividade dos Municípios 2021

por Daniel Keny

https://www.youtube.com/watch?v=taqwevtjRDg Segunda edição do levantamento apresenta a realidade socioeconômica das 411 cidades com mais de 80 mil habitantes; São Paulo domina as primeiras posições Assim como em 2020, o município…

Ler mais
finalistas-do-premio-lideranca-publica

Finalistas do Prêmio Liderança Pública

por gabriel.diniz

O que significa inovação no serviço público? Criar uma nova cultura interna, fazer mais com menos recursos? Mudar para melhor? Com as mudanças abruptas geradas pela pandemia, houve uma necessidade…

Ler mais
clp-promove-o-4o-encontro-nacional-de-lideranca-e-gestao-publica

CLP promove o 4º Encontro Nacional de Liderança e Gestão Pública

por Daniel Keny

O CLP (Centro de Liderança Pública) promove no sábado, 27/11, o 4º Encontro Nacional de Liderança e Gestão Pública, em formato híbrido, das 9h às 15h30, no Espaço Vila Santina,…

Ler mais
clp-divulga-resultados-do-ranking-de-competitividade-dos-municipios-2021

CLP divulga resultados do Ranking de Competitividade dos Municípios 2021

por Daniel Keny

https://www.youtube.com/watch?v=taqwevtjRDg Segunda edição do levantamento apresenta a realidade socioeconômica das 411 cidades com mais de 80 mil habitantes; São Paulo domina as primeiras posições Assim como em 2020, o município…

Ler mais
finalistas-do-premio-lideranca-publica

Finalistas do Prêmio Liderança Pública

por gabriel.diniz

O que significa inovação no serviço público? Criar uma nova cultura interna, fazer mais com menos recursos? Mudar para melhor? Com as mudanças abruptas geradas pela pandemia, houve uma necessidade…

Ler mais

Junte-se ao CLP

Escreva seu email e receba nossa newsletter


    Siga o CLP

    Siga nossas redes sociais e fique informado