Aplicação de metodologias ágeis na Gestão Pública: o método Kanban
4/04/2022
Gestão Pública.

Aplicação de metodologias ágeis na Gestão Pública: o método Kanban

A gestão de projetos merece uma atenção especial quando voltada à gestão pública, em virtude da complexidade de sua aplicação e do impacto que gera na vida da população. Traremos, neste artigo, os benefícios da aplicação de metodologias ágeis aplicados à gestão pública, com foco na metodologia Kanban.


O que são as metodologias ágeis?

Os métodos ágeis focam a gestão do ciclo de vida do desenvolvimento do projeto, em detrimento da documentação e planejamento exaustivo, com a comunicação constante entre as partes interessadas. Inicialmente, sua aplicação estava voltada aos projetos de tecnologia da informação (TI), mas seus princípios podem ser usados em qualquer tipo de projeto¹.


Quais os benefícios da implantação de metodologias ágeis no setor público?

Uma pesquisa feita pela consultoria QSM revelou que a Metodologia Ágil acelera em 50% o tempo para colocar um produto no mercado e aumenta em 25% produtividade da equipe².

Ao se implementar metodologias ágeis no setor público, o trabalho é otimizado e há economia de recursos. Os maiores benefícios são³:


Como aplicar metodologias ágeis na gestão pública?

Uma das formas mais eficientes de se aplicar metodologias ágeis na gestão pública é a metodologia sprint, “na qual a cada início de mês, o líder e o gerente de projeto reúnem-se para a revisão dos principais objetivos daquele projeto em andamento. Desta forma, é possível a montagem de uma proposta de atividades detalhadas e a discussão acerca do tempo de execução e prioridade das tarefas”.

Dentro da metodologia ágil, pensando na melhor comunicação da equipe, ganha destaque o método Kanban.


O que é o método Kanban?

Segundo Humberto Barboza, Kanban é uma palavra japonesa que significa “cartão” ou “sinal visual”. Foi um sistema criado para a empresa Toyota e sofreu adaptações sendo, em 2005, elevado à categoria de metodologia tornando-se uma abordagem de mudança gerencial, com o chamado mapeamento e a visualização do fluxo de trabalho, tendo como objetivo a melhoria contínua a partir das métricas a seguir, elencadas pelo autor: 

  1. Diagrama de Fluxo Cumulativo: mostra a quantidade de trabalho em progresso em cada estágio do sistema e ajuda a identificar se o sistema está fluindo adequadamente.
  2. Lead Time: é um indicador da agilidade e informa o quanto previsível o projeto é na entrega, sendo útil como um relatório de desempenho geral do sistema.
  3. Desempenho de Entrega na Data: indicador de previsibilidade, que mostra se a entrega dos itens de trabalho tem ocorrido antes da data limite.
  4. Rendimento: indica quantos itens de trabalho foram finalizados num período determinado de tempo.  
  5. Problemas e Itens de Trabalho Bloqueados: Indica o quanto a organização é boa em identificar, reportar, resolver problemas e os seus impactos.

Uma das formas mais simples de aplicação do Kanban é a organização de colunas “a fazer”, “fazendo” e “feito”. Assim, fica clara a evolução de um projeto conforme as tarefas forem sendo deslocadas de coluna. 

Dessa forma, o Kanban é um potente método visual que permite aos gestores identificar, de forma clara, as diversas fases de um projeto e auxiliar na priorização das tarefas mais importantes.

Leia também: Inteligência Artificial na Gestão Pública: O que, por quê e como?


Referências bibliográficas

¹MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru; VERONEZE, Fernando. Gestão de projetos: preditiva, ágil e estratégica. 6. ed. Barueri (SP): Atlas, 2022, p. 17-19.

²https://www.govbr.com.br/aplicabilidade-do-metodo-agil-na-gestao-publica-gera-resultados-eficientes-com-auxilio-da-tecnologia/.

³ Retirados da página https://blog.ergonrh.com.br/metodologia-agil-no-setor-publico/.

https://blog.ergonrh.com.br/metodologia-agil-no-setor-publico/

Compartilhe esse artigo


Nathalia Leone Marco é Advogada Especialista em Direito Municipal pela Escola Paulista de Direito – EPD. Analista de Políticas  Públicas e Gestão Governamental da Prefeitura de São Paulo/SP. Educadora institucional da Escola  Municipal de Administração Pública de São Paulo, na área de Direito Urbanístico. Coautora e  coordenadora do livro “A Boa Gestão Pública e o Novo Direito Administrativo: dos conflitos às melhores  soluções práticas”, da SGP – Soluções Gestão Pública. Autora de artigos jurídicos e de gestão pública.

Notícias Relacionadas

pessoa-idosa-no-setor-publico-diversidade-e-inclusao

Pessoa idosa no setor público: diversidade e inclusão

por Camila Cruz

Quando nos voltamos para o mercado de trabalho e aqui destacamos, especialmente a administração pública, ainda constatamos muitos estigmas relacionados à pessoa idosa no setor público: envelhecer é algo negativo,…

Ler mais
o-meu-orgulho-de-ser-servidor-publico-vem-da-realidade-que-vivo

O meu orgulho de ser servidor público vem da realidade que vivo

por Rede MLG

Hoje, dia 28 de outubro, é o Dia do Servidor Público. E quando se fala em servidor público, normalmente se pensa logo na questão da estabilidade e no salário. Mas…

Ler mais
como-e-realizado-um-processo-de-compras-publicas

Como é realizado um processo de compras públicas?

por Luís Guilherme Izycki

O volume financeiro das compras públicas sobre o gasto governamental é alto, impactando sobre diversos mercados fornecedores. Estudo do IPEA aponta que as compras públicas representam 12,5% do PIB brasileiro¹.…

Ler mais
pessoa-idosa-no-setor-publico-diversidade-e-inclusao

Pessoa idosa no setor público: diversidade e inclusão

por Camila Cruz

Quando nos voltamos para o mercado de trabalho e aqui destacamos, especialmente a administração pública, ainda constatamos muitos estigmas relacionados à pessoa idosa no setor público: envelhecer é algo negativo,…

Ler mais
o-meu-orgulho-de-ser-servidor-publico-vem-da-realidade-que-vivo

O meu orgulho de ser servidor público vem da realidade que vivo

por Rede MLG

Hoje, dia 28 de outubro, é o Dia do Servidor Público. E quando se fala em servidor público, normalmente se pensa logo na questão da estabilidade e no salário. Mas…

Ler mais
como-e-realizado-um-processo-de-compras-publicas

Como é realizado um processo de compras públicas?

por Luís Guilherme Izycki

O volume financeiro das compras públicas sobre o gasto governamental é alto, impactando sobre diversos mercados fornecedores. Estudo do IPEA aponta que as compras públicas representam 12,5% do PIB brasileiro¹.…

Ler mais

Junte-se ao CLP

Escreva seu email e receba nossa newsletter


    Siga o CLP

    Siga nossas redes sociais e fique informado