A importância dos ODS na busca global pela sustentabilidade
7/12/2021
Geral.

A importância dos ODS na busca global pela sustentabilidade

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foram criados em 2015, durante a Assembleia Geral das Nações Unidas, onde 193 países (incluindo o Brasil) se tornaram signatários do acordo. Os ODS foram definidos após cinco anos de esforço para a criação de uma nova agenda que pudesse estabelecer novas metas globais para o desenvolvimento sustentável até 2030, após o vencimento dos ODM (Objetivos de Desenvolvimento do Milênio) em 2015.


Contexto e estruturação dos ODS

O principal objetivo da Agenda 2030, e consequentemente dos ODS, é a erradicação da pobreza e a promoção da vida digna, sem comprometer a qualidade de vida das gerações futuras. Dessa forma, os objetivos são distribuídos em três dimensões, sendo: social, ambiental e econômica, e devem ser alcançados por todos os países signatários, já que os indicadores são globais e totalmente integrados. 

   

Oportunidades para empreender com impacto positivo associado aos ODS -  Agência Envolverde

Quais são os objetivos?

O acordo engloba 17 objetivos e 169 metas que possuem indicadores mensuráveis, e atuam de forma integrada para o alcance da Agenda 2030. Além disso, eles abrangem as três dimensões do desenvolvimento sustentável, e podem ser impactados por todos os agentes da sociedade, passando pelo setor público, privado, terceiro setor e sociedade civil.

O que são os ODS? - Portal Embrapa

Um dos exemplos é o ODS 1 – Erradicação da Pobreza, que possui sete metas, passando pela erradicação da pobreza extrema, que é medida pela quantidade de pessoas que vivem com menos de US$ 1,90 por dia, até a construção de resiliência de grupos vulneráveis socioeconomicamente para enfrentar  eventos climáticos extremos.

Outro exemplo de objetivo sustentável é o ODS 12 – Consumo e Produção Sustentáveis, relacionado à oito metas, abrangendo desde a redução da geração de resíduos e o incentivo ao setor privado para adoção de práticas sustentáveis, até a garantia da comunicação de informações relevantes sobre desenvolvimento sustentável para todas as pessoas em todos os lugares. 


O que está sendo feito no Brasil?

No Brasil temos diversas iniciativas no setor público, privado e terceiro setor, atuando na promoção, planejamento e implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Entre elas, vale destacar o GT Agenda 2030 (Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030) composto por cerca de 50 entidades, que acompanham a implementação e alcance dos ODS no Brasil e publica anualmente o Relatório Luz, analisando de forma minuciosa o desempenho em cada um dos objetivos.

Além disso, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) atua na capacitação e discussão da implementação dos ODS em cada município do Brasil, colocando em debate as dificuldades e desafios enfrentados pelas prefeituras no alcance das metas da Agenda 2030.

Quanto ao acompanhamento das metas, além do trabalho realizado pelo GT Agenda 2030 já citado anteriormente, temos a compilação realizada pelo IBGE e também o Ranking de Competitividade e Sustentabilidade dos Estados publicado pelo CLP.


A importância dos ODS no alcance da Agenda 2030

Os ODS são fruto de um esforço global para revertermos os impactos ambientais e sociais em todo o planeta, causados principalmente pelos sistemas socioeconômicos vigentes atualmente e que colocam em xeque a viabilidade de uma vida digna para boa parte da humanidade.

Porém, para que tal esforço possa ter efeito significativo, é necessário um comprometimento real de todos os agentes da sociedade, desde o Governo Federal até o cidadão de cada município brasileiro, não somente na elaboração e acompanhamento dos objetivos, como também na implementação de ações práticas que caminhem em direção às dimensões da Agenda 2030.

Veja também: CLP lança o primeiro Ranking ESG dos Municípios

Compartilhe esse artigo


Matheus Rodrigues é formado em Administração pela PUC Minas e atualmente especializa-se em Administração Pública pela mesma universidade, e também cursa MBA em Cidades Inteligentes pela UFRJ. Atualmente atua como redator no blog do CLP, e é membro do iCI Lab (Laboratório de Inovação para Cidades Inteligentes da UFRJ). Além disso, trabalha há 7 anos com consultoria e assessoria no mercado privado, ocupando hoje o cargo de CEO e Fundador da Bevert Soluções, empresa especializada em BPO Financeiro para negócios criativos como: fotógrafos, designers, agências de marketing, influenciadores, etc.

Notícias Relacionadas

Brasil pode economizar R$2,6 bi ao ano com fim dos supersalários

por CLP

A aprovação do PL dos Supersalários (PL 2721/2021), que regulamenta o teto remuneratório do funcionalismo público dentro do limite definido pela Constituição, é fundamental para o Brasil. Hoje, o teto…

Ler mais
pl-dos-supersalarios-um-passo-a-reducao-da-desigualdade%ef%bf%bc

PL dos Supersalários: um passo à redução da desigualdade

por Rodrigo Galvão

Aprovado pela Câmara, o Projeto de Lei dos Supersalários, que limita o acúmulo de ‘penduricalhos’ acima do teto salarial do funcionalismo público enfrenta pressão do Judiciário e está parado no Senado.…

Ler mais
a-relacao-entre-saneamento-basico-e-saude-ambiental

A relação entre saneamento básico e saúde ambiental

por Talita Galli

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde ambiental são todos aqueles aspectos da saúde humana que estão determinados por fatores físicos, químicos, biológicos, sociais e psicológicos no meio ambiente.…

Ler mais

Brasil pode economizar R$2,6 bi ao ano com fim dos supersalários

por CLP

A aprovação do PL dos Supersalários (PL 2721/2021), que regulamenta o teto remuneratório do funcionalismo público dentro do limite definido pela Constituição, é fundamental para o Brasil. Hoje, o teto…

Ler mais
pl-dos-supersalarios-um-passo-a-reducao-da-desigualdade%ef%bf%bc

PL dos Supersalários: um passo à redução da desigualdade

por Rodrigo Galvão

Aprovado pela Câmara, o Projeto de Lei dos Supersalários, que limita o acúmulo de ‘penduricalhos’ acima do teto salarial do funcionalismo público enfrenta pressão do Judiciário e está parado no Senado.…

Ler mais
a-relacao-entre-saneamento-basico-e-saude-ambiental

A relação entre saneamento básico e saúde ambiental

por Talita Galli

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde ambiental são todos aqueles aspectos da saúde humana que estão determinados por fatores físicos, químicos, biológicos, sociais e psicológicos no meio ambiente.…

Ler mais

Junte-se ao CLP

Escreva seu email e receba nossa newsletter


    Siga o CLP

    Siga nossas redes sociais e fique informado